10 MOTIVOS PARA VIAJAR SOZINHA
29 de agosto de 2015
3

Os apaixonados por viajar tem motivos de sobra para justificar sua paixão: vontade de explorar o novo, conhecer culturas diferentes e acumular histórias são só alguns exemplos.

Mas, muitas pessoas não sabem que esses, somados a outros motivos, fazem uma viagem solo ser inesquecível. Às vezes, até mais do que se você fizesse a mesma trip acompanhada.

Não tá convencida ainda? Dá uma olhada nessa lista aqui:

 

1. O QUE É QUE EU VOU FAZER COM ESSA TAL LIBERDADE?

Se estou na solidão pensando em você.

O primeiro motivo que eu vou te dar é o mais simples de todos: li-ber-da-de.

Essa palavrinha que, na mesmice dos nossos dias, esquecemos o real significado: agir de acordo com seu livre arbítrio, direito de fazer o que bem entender. Estamos tão condicionados a viver e trabalhar em grupo que acabamos, por muitas vezes, dando respostas automáticas a tudo que fazemos. Liberdade também é sinônimo de espontaneidade e é essa a sensação que toma conta de você quando acorda em um lugar novo, sem ter que dar satisfação a ninguém sobre os seus planos para o dia.

Quer ficar na cama por mais duas horas? Fique.

Quer pegar um ônibus de três horas só para visitar aquelas ruínas? Pegue.

Quer provar TODAS as comidas de rua que você encontrar pela frente, sem encherem o seu saco? Puxe um banco, sente-se e passe a tarde inteira ali. Ou coma enquanto anda, afinal, você não tem que esperar ninguém mesmo! :B

 

2. SER QUEM VOCÊ QUISER

Se você pudesse ser uma pessoa completamente diferente, quem você seria?

É claro que não dá para fazer aloka e encarnar a Beyoncé numa viagem, mas o que eu quero dizer aqui é que estando sozinha, automaticamente, você estará livre de todos os julgamentos das pessoas que já te conhecem. Ou seja, se você for do tipo introvertido e que jamais puxaria papo com alguém na fila de um museu e quiser ter outro tipo de comportamento agora, ninguém vai “estranhar”. A mesma coisa de quando você sempre preferiu ficar lendo em casa e agora quer tomar todas num bar ou vice-versa.

Viajar sozinha é um exercício de auto-conhecimento onde você acaba descobrindo facetas da sua personalidade que você nem sabia que existiam. E, acredite em mim, você vai querer saber ainda mais até onde vão os seus limites.

 

3. REFLETIR E SE CURAR

Sabe quando no final de novela, a personagem tá sofrida, diz que vai viajar para espairecer e volta toda maravilhosa e renovada? E a gente sempre comenta “Humm, mas que chique! Quem dera eu fazer isso também!”?

Pois é, você pode. Hoje em dia é muito mais fácil e barato viajar do que anos atrás. E você nem precisa usar a desculpa do dólar caro porque sua primeira viagem sozinha pode ser por perto mesmo, dentro do seu país ou estado.

Problemas sempre existirão e irão te acompanhar aonde você for, mas estar sozinha em uma viagem te permite refletir sobre questões de uma outra perspectiva, como se você estivesse de longe observando (e na real, está).

Quando a gente toma consciência, olha para dentro e vai de encontro a si mesma, as chances de resolver problemas e colar corações partidos são bem maiores.

 

4. VALORIZAR O PRESENTE

Quando a única pessoa responsável por você é você mesma, inevitavelmente, a sua atenção volta-se para o que acontece ao seu redor, aqui e agora. Você precisa anotar endereços, prestar atenção nas estações de metrô e pedir informações na rua. Todos os detalhes contam para a forma que a sua viagem vai tomar e qual é a melhor maneira de aproveitar o presente senão focando nos pequenos acontecimentos do dia a dia?

 

5. CONHECER HISTÓRIAS E PESSOAS INCRÍVEIS

Ainda falando do presente, quando se viaja sozinha, seus sentidos ficam muito mais aguçados e você absorve tudo que há em volta de forma mais verdadeira. Em outras palavras, você quer viver o lugar AO MÁXIMO! Você realmente se interessa pela história que aquela tiazinha está contando. Fica maravilhada com o seu colega de quarto contando sobre os lugares que já visitou. Se emociona quando pede uma informação na rua e a pessoa mesmo não falando sua língua faz o possível e o impossível para te ajudar. Só coisa linda de se ver!

 

6. GANHAR INDEPENDÊNCIA

Eu não sei vocês, mas eu adoro saber que consigo fazer coisas sem depender de ninguém.

Pagar contas, cuidar de casa e sair para almoçar sozinha são atividades muito fáceis, todo mundo faz. Mas, resolver problema de bagagem extraviada, se acidentar e ter que procurar um médico em outra língua, perder e reaver o cartão de crédito são fatos que elevam seu grau de independência a outro nível e te deixam muito mais forte.

Uma coisa é certa: Você precisa aprender a se virar sozinha de uma vez por todas e vai ver que tudo fica bem no final, mesmo no caso de perrengues. Mas, pense positivo, não vai acontecer nada demais que você não saberá resolver sozinha. 🙂

 

7. ECONOMIZAR DINHEIRO

Tem gente que diz o contrário, que é viajando sozinha que se gasta mais. Concordo que com mais gente, é mais fácil de dividir refeições e táxis. Porém, se você viaja com gente que não topa ficar em albergue ou couchsurfing e comer em qualquer lugar, por exemplo, você acaba gastando mais naquela hospedagem e restaurantes mais chiquezinhos.

 

8. PRATICAR UM HOBBY

Quantas vezes esse ano você já disse que se tivesse mais tempo, se dedicaria mais à atividade X?

Trilhas, pedaladas e surf são ótimos esportes para se praticar em viagens. Muita gente viaja por e para essas atividades. Se você não é tão radical assim, viaje para fazer aquele curso de culinária, História da Arte ou praticar suas técnicas de fotografia.

 

9. FAZER VOLUNTARIADO

Outro motivo que faz milhares de pessoas saírem de suas casas para lugares distantes é dedicar seu tempo em prol de causas nobres. Existem vários programas de voluntariado, para todos os bolsos e agendas, que vão desde cuidar de animais abandonados a ensinar outras línguas para crianças carentes.

Além de mergulhar de cabeça na cultura do lugar, o voluntariado facilita que você faça amizades, pois estará na companhia de pessoas que tem a mesma paixão que você. Eu mesma, daqui a dois meses, parto para a maior reserva de elefantes da Tailândia para passar uma semana cuidando dos cães que foram resgatados das enchentes e do tráfico de animais e que ficam abrigados lá. Mal posso esperar para conhecer meus novos amigos, peludos e humanos. <3

MAS, FIQUE ATENTO! Muitas instituições divulgam falsos programas de voluntariado apenas para os corruptos recolherem dinheiro. Pesquise muito bem e leia reviews antes de escolher um programa para você, principalmente, em países muito pobres.

 

10. ORGULHAR-SE DE SI MESMO

Depois que você volta para casa, pensa em tudo que aconteceu e percebe que é um ser humano muito mais forte. Não interessa se a viagem durou uma semana ou um mês, as coisas foram vividas intensamente e com certeza, você aprendeu com elas e venceu. E, se a sensação de dever cumprido não é motivo de orgulho, eu não sei o que é. ♥

 

Viu só quanta coisa você tem para fazer viajando sozinha?

Se você já teve essa experiência, me conta nos comentários como foi. 🙂

Designer de Moda/Gráfico Freelancer que mora em Portugal, ama animais, viajar, divagar e escrever sobre isso.
Minhas inspirações visuais e musicais estão sempre pelas minhas redes sociais, logo aqui embaixo, ó.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

3 comments

  1. […] já publiquei aqui uma lista de motivos para viajar sozinho e um deles é a possibilidade de ser/fazer quem/o que […]

  2. […] 10 motivos para viajar sozinha – Oh, Tháis […]

  3. […] 10 motivos para viajar sozinha […]