16 FATOS SOBRE A TAILÂNDIA
23 de fevereiro de 2016
2

A Tailândia é um dos países mais visitados do mundo, sendo a porta de entrada para a maioria dos mochileiros no Sudeste Asiático. É um país riquíssimo em cultura e pronto para o turismo. Os tailandeses são muito simpáticos e sabem como fazer os turistas se sentirem em casa.

Eu passei inesquecíveis 25 dias no país e tenho isso aqui para falar para vocês:

1. O CALOR É DE MATAR 

Vamos começar pelo inevitável? Na Tailândia faz calor o ano TODO. Não importa se é verão ou “inverno”, a umidade vai fazer você se sentir back to Rio de Janeiro ou em insira seu lugar quente preferido aqui. Litros de protetor solar, água, óculos escuros e disposição costumam ajudar. Coragy, colega!

 

2. A TERRA DOS SORRISOS 

Quando você chega ao aeroporto de Bangkok, já tem uma propaganda te recebendo e nela está escrito “País dos sorrisos” try this website. Tenho que concordar, os tailandeses são muito fofos e dá vontade de apertar e levar todos para casa de tão simpáticos e cordiais que são. Eu, brasileira simpática que sou, até me sentia antipática perto deles.

Mas, como existe gente que quer passar a perna em turista em todos os lugares do mundo, dobre a sua atenção porque o sorriso e o papinho mole também são as armas de quem quer levar vantagem.

 

3. KAAHHH! KAAAH! 

“Khob Khun Kah” (pronuncia-se tipo “cá pun cááá”) é como se diz “Obrigado” em tailandês, mas parece que eles terminam todas as frases com “Kah”. Eles sorriem, colocam as mãozinhas juntas em frente ao peito ♥ e dizem “Kaaaaahhh” de uma forma bem anasalada. Aliás, parece que eles falam quase tudo pelo nariz. Então, já sabe o que você vai ouvir andando pelas ruas, né?

“Thai massaaaage! Kaahh
“Come here to see my things! Kaahhh

É bem engraçado. ????

 

4. VIM, GOSTEI, FIQUEI 

Por causa do país ser tão receptivo a estrangeiros, vários deixaram sua vida e ficaram pela Tailândia. Quase todos os dias eu conhecia alguém que havia se mudado para lá – mudança planejada e também do tipo “vim para passar um mês e já estou aqui há seis”.

 

5. BUDA IS EVERYWHERE 

85% da população é budista e como eles são devotos e dedicados! Se você deseja aprender mais sobre a religião, a Tailândia é o seu lugar. Eu não sei quantos templos existem no país mas aposto em muitos milhares. Pequenos, médios e gigantes, você vê templos a cada esquina e dentro de cada um deles, vááárias estátuas de Buda.

//giphy.com/embed/OE7kMGh7SjudW 

6. TEM QUE RESPEITAR!

Buda é a santidade máxima tailandesa e por isso, todos devem se vestir respeitosamente ao entrar nos templos. Ombros e joelhos sempre cobertos é a dica. Alguns templos liberam a entrada com leggings, outros só de saias ou outras roupas que não marquem o corpo. Agora imagina você toda coberta no calor de 75°. Tenso.

Mais tenso ainda é você pegar as roupas – suadas – emprestadas que eles oferecem nos templos para os desavisados. Mas, fazer o quê? Tá na chuva é pra se molhar! ¯\_(ツ)_/¯

 

7. ATÉ PORQUE ELES SÃO RESPEITADORES 

Se tem uma coisa que detesto é vendedor enchendo meu saco. Se no Marrocos, eu me senti como um gringo deve se sentir quando vai ao Rio, na Tailândia a experiência com vendedores foi ótima. Eles AMAM negociar e se você disser que não vai comprar o produto deles, eles pegam calculadora e negociam até você mudar de ideia. Mas, é só isso. Eles não saem atrás de você te puxando pelo braço e te seguindo até você comprar. Se você não quis, alguém vai querer e pronto. Todo mundo sai feliz.

 

8. I’M SO FANCY YOU ALREADY KNOW

Se você não tem uma vida muito abastada onde mora, é na Tailândia onde você pode experimentar o luxo sem dor na consciência. Massagens, spas, resorts e hotéis bacanas, tudo a preço de banana. Só de ficar num quarto ok e relaxar na hidro no terraço (R$16 a diária), após já ter relaxado previamente com uma massagem (menos de R$20 por uma hora no corpo todo), eu já me sentia como o Aladdin depois que ele fala com o gênio.

//giphy.com/embed/3Jhdg8Qro5kMo 

Em compensação, nas ilhas (especialmente em Koh Phi Phi), os preços dobram!

 

9. A FAMOSA MASSAGEM 

Tailândia é referência em massagem, como todos sabem. O que muitos não sabem é que a massagem deles dói pra c#$%&! Eles usam as mãos, cotovelos e joelhos para te “amassar” em lugares que você nem lembrava que existia. Eu fiquei uns dois dias andando como se tivesse levado uma surra mas, ainda sim, recomendo. Vai na fé!

 

10. A FAMOSA COMIDA

Apesar da comida thai ser famosa e aclamada no mundo todo, ela não me agradou muito. Quer dizer, por toda a fama, acho que eu esperava mais. Eu fiz uma aula de culinária lá e o que eu já tinha reparado é verdade, eles não usam sal. Em vez disso, usam molho de peixe/ostra/cogumelo para temperar e também usam muito açúcar mesmo em pratos salgados. Ah, e a pimenta deles não é brincadeira! No primeiro dia, pedi só um pouquinho e achei (sério) que a minha língua tinha sofrido uma queimadura de 2° grau.

 

11. PODE COMER NA RUA SIM

Os turistas que viajam para lá se dividem em dois grupos: os que estão loucos para se acabar nas barraquinhas e os que estão morrendo de medo. Eu comi na maioria esmagadora das vezes em barracas de rua e foi tranquilaço! As duas únicas vezes que fiquei com piriri foi depois de comer pizza, vejam bem, comida mais ocidental não há. É claro que se a Vigilância Sanitária brasileira passasse por lá, iria fechar todas as barracas mas, sério, acho que quem teve intoxicação ou não estava acostumado a comer na rua ou misturou muitas coisas em um período curto de tempo. Comida de rua é de bowie. Coma e seja feliz.

 

12. BUDA NO CÉU, 7/11 NA TERRA

Eu não sei se a Beyoncé se refere a este tipo de 7/11 na música dela, provavelmente não, mas deveria.

//giphy.com/embed/4gIalL0cwaODm 

7/11 são as lojas de conveniência que ficam abertas 24h por dia e se tenho que escolher uma palavra para defini-las é: amor. Além de ter uma em cada esquina (assim você não morre de saudade), você encontra de tudo: de birita, passando por comida a produtos de beleza. Os funcionários normalmente arrasam no inglês e tem sempre gente bêbada bonita e feliz querendo fazer amizade na fila. O único contra é que eles são proibidos de vender cerveja da meia-noite às seis da manhã. O que faz os últimos minutos antes da meia-noite serem os mais divertidos com um monte de gente na corrida para comprar o máximo que puder. Não tem coisa melhor do que abrir uma garrafa de Chang (que você comprou por 0,53 bahts contra os mais de 100 bahts praticados por bares) na porta do 7/11 e já sair dali com um novo amigo para dar uma volta na área.

Eu me arrependo até hoje de não ter trazido uma camiseta com o logo deles. ????

//giphy.com/embed/8YvcEZ6x8chEc 

13. OLHOS DE MANGÁ

Cara, as meninas usam lentes para aumentar a íris, aquela parte colorida do olho e isso é assustador! A primeira vez que eu reparei nisso foi logo no aeroporto. Primeiro, achei que a menina tinha algum problema. Depois, realizei que era a tal lente. Ufa!

 

14. E OS LADYBOYS, HEIN?

Sim, a Tailândia é mesmo um dos mais conhecidos destinos para o turismo sexual. E sim, os ladyboys estão por toda a parte. Trabalham fazendo massagens, nos 7/11, lojas e sempre estão muito estilosos. Nem todos se prostituem, mas a maioria se dedica na transformação e parecem mesmo mulheres.

 

10. KHAO SAN É A BOA

Se você quiser ter a real experiência mochileira em Bangkok, fique na Khao San Road. É louca, barulhenta, mas MUITO divertida. Eu fiquei na parte dos fundos de um hotel e o barulho não chegava até lá. Amei a praticidade de descer e subir quantas vezes eu queria, vendo a rua de dia e se transformando naquela cena noturna única.

 

16. SIAMESES

Até 1939, a Tailândia era conhecida como o Reino de Sião e os tailandeses como siameses. É de lá que vem o gato siamês e a expressão “irmãos siameses”, criada quando dois gêmeos xipófagos (aquele ligados por alguma parte do corpo) ficaram muito famosos por terem se casado com duas mulheres diferentes e gerado 22 filhos! :O

 

Escrevi esse post com dor no coração de tanta saudade! ♥
Vocês que já foram para esse “País das Maravilhas” concordam com o que eu escrevi? Tem algo a acrescentar?
E você que ainda não foi, já está morrendo de vontade de ir? ????

Designer de Moda/Gráfico Freelancer que mora em Portugal, ama animais, viajar, divagar e escrever sobre isso.
Minhas inspirações visuais e musicais estão sempre pelas minhas redes sociais, logo aqui embaixo, ó.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

2 comments

  1. Oii, adorei o blog e suas historias e tenho lido todas suas dicas para a Tailandia, rs.. em novembro irei com meu namorado fazer mochilão, esses lugares a que voce se referiu na khao San Road seria o indicado para nós?

    Muito obrigada pelas dicas e continue nos inspirando!

    1. Olá, Katherine!
      Que bom que meu blog está te ajudando no planejamento da viagem, fico feliz em saber! 😀

      Eu acho que você e seu namorado iriam gostar de ficar no mesmo hotel que eu fiquei na Khao San. o nome é D&D Inn. Mas, não se esqueça de pedir um quarto nos fundos, onde o barulho da rua não chega. 😉

      Beijos e boa viagem!