Japonês e cerveja

Muitas vezes, quando não temos muitas expectativas, é quando colhemos os melhores resultados.

Posso dizer que foi isso que aconteceu com a minha primeira série de posters: a “Procura-se um amor que goste de”

Em 2012, após um episódio em que meus amigos “me deixaram na mão”, me senti motivada a criar uma arte que deixasse clara a minha procura por um amor. Afinal, se eu namorasse na época, tenho quase certeza de que teria companhia para aquele programinha de sexta-feira que eu tanto esperava: jantar num japa, bebericando uma cervejinha. Nham Nham! :d

No mesmo dia, adicionei as duas criações na minha página do Facebook, que mais funcionava como um portfolio.

 

O que aconteceu depois foi fantástico!

Primeiro, os meus amigos adoraram a ideia, começaram a compartilhar e pediram que eu criasse outras variações dos cartazes. Depois, os amigos deles também. E, aí, no outro dia, os amigos dos amigos…

Em pouco tempo, o Brasil inteiro compartilhava os posters e até hoje, a série é o meu trabalho de maior reconhecimento e responsável pelo incrível número de mais de 15.000 seguidores da minha página, vindos de países como Portugal, Estados Unidos, Reino Unido e muitos países da América do Sul, além do Brasil, é claro.

A série conta com 60 posters postados na página do Facebook e outros mais criados especialmente para o livro, que foi lançado em fevereiro de 2015.

*as duas últimas fotos pertencem a @psicoseliteraria

PRODUTOS

O livro é composto pelos cartazes e duas cartelas de adesivos para sair colando por aí enquanto procura pelo seu amor. Você pode adquiri-lo através do site da própria Editora Nova Terra.

Antes do livro, os posters estamparam almofadas produzidas pelo Laboratório Monstro (tendo sua produção encerrada em 2016) e a Poeme-se lançou uma coleção de camisetas com três estampas exclusivas.

melinasouza014_procurase
foto por @melinwonderland

STUDIO

Hoje, mantenho um studio na Colab55, onde é possível comprar muitos artigos da série como camisetas, agendas, capas de celular, chinelos, etc.



Studio na Colab55

IMPRENSA

Desde que a série começou, o meu trabalho apareceu em importantes veículos de comunicação e foi comentado por formadores de opinião e pessoas importantes das áreas de Moda, Design e Jornalismo. Você pode ver o clipping completo aqui.

procurase_marieclaire

Se quiser saber mais ainda sobre o processo de criação e resultado da série, pode ler a entrevista que dei, em 2013, para a Revista Marie Claire aqui.

Compartilhar
Hide Buttons